Na ponta do lápis: como desenhar o rosto e o corpo humano

O corpo humano é um dos desenhos mais reproduzidos desde a antiguidade O corpo humano é um dos desenhos mais reproduzidos desde a antiguidade

 Desde a antiguidade, o corpo humano é um dos desenhos mais reproduzidos. Na arte rupestre já eram feitas representações do ser humano e este tipo de desenho foi sendo aperfeiçoado com o tempo, com as civilizações gregas e romanas.

Apesar de estar há milhares de anos no portfólio dos artistas, não há uma fórmula exata ou um modelo específico a ser seguido. Existem, sim, algumas dicas e passos para que o desenho fique com as proporções corretas e dentro dos padrões, no entanto, as especificidades dependem dos traços e preferências de cada pessoa.

O corpo humano segue algumas proporções específicas. Esses padrões vêm da anatomia, do formato do ser humano em si e dos estudos das representações feitas ao longo dos anos. Apesar das variações existentes, essas padronizações ajudam a criar a figura humana com maior facilidade. E você, já tentou se aventurar nesse mundo do desenho anatômico?

Como desenhar o corpo humano 

- Proporção

Saber o básico da anatomia do corpo é o primeiro passo para conseguir desenhá-lo. É importante saber representar cada parte e fazê-las de acordo com a proporção base, que diz que o corpo tem a altura total equivalente a oito cabeças.

Ou seja, estabeleça o tamanho da cabeça e reproduza-o oito vezes, na vertical. A partir disso, você terá a proporção básica do tamanho do corpo humano, incluindo tronco e pernas, formando assim, as dimensões corretas para o desenho em si.

- Simetria

Na realidade, o ser humano não é 100% simétrico. Há algumas mínimas diferenças, que geralmente são notadas só quando medimos. Apesar disso, nos desenhos é importante destacar a simetria como peça fundamental para um bom resultado, pela estética do desenho em si. A semelhança entre o lado direito e esquerdo é feita para deixar o desenho mais interessante e realista.

- Volume e curvas

Na hora de desenhar, é importante também prestar atenção nas curvas e volumes. O corpo humano não é reto, sobretudo o feminino, por isso é necessário respeitar a anatomia básica de cada sexo e faixa etária.

Por exemplo, os homens costumam ter mais músculos, além de ombros mais largos e quadris mais estreitos, enquanto as mulheres são mais curvilíneas, com ombros menores, cinturas mais finas e quadris mais alargados. Use essas proporções para deixar o desenho mais fiel à realidade.

Como desenhar o rosto humano 

Da mesma forma que o corpo, cada rosto é único, por isso, cada desenho será diferente e terá características próprias. Mas, mesmo assim, é possível citar algumas diretrizes e proporções que tornarão a representação mais realista e fácil de fazer.

- Estrutura oval

Lembre-se de que o rosto humano não é completamente redondo, por isso, o formato oval se encaixa melhor na hora de desenhar. A parte de cima deve ser um pouco mais larga, para que o queixo fique marcado, na parte debaixo.

- Faça marcações

O desenho do rosto é simétrico, por causa da estética da figura, por isso o uso de linhas e marcações é muito importante. Elas irão facilitar a visualização e ajudar a deixar o rosto mais proporcional.

  1. Comece fazendo uma linha vertical no meio do desenho oval, depois trace uma linha na horizontal também no meio do desenho, essa linha será como uma máscara para os olhos.
  2. Divida o espaço abaixo da linha da metade em dois e coloque uma terceira linha, ainda na horizontal. Ao todo, o rosto estará dividido em quatro partes na horizontal.
  3. Depois de marcar os olhos na linha do meio, use a debaixo deles para fazer a marcação do nariz.
  4. Já a boca deverá ficar um pouco acima da última linha e na mesma direção do nariz.
  5. O cabelo será colocado na parte de cima do desenho oval, um pouco acima dos olhos.

- Expressões

O rosto é a parte mais expressiva do corpo humano! Você já deve ter ouvido falar, que é possível 'ler' uma pessoa por meio de suas expressões faciais e que através do rosto é possível mostrar os sentimentos e as características dos personagens. Por isso, explore sua criatividade em traços, formas, cores e sombras para marcar a expressão do rosto que deseja passar.

O mais importante quando se desenha, seja rosto ou corpo humano, é treinar! A prática leva à perfeição, por isso, é necessário tentar várias vezes. As técnicas e os métodos são adquiridos e desenvolvidos com o tempo, mas a força de vontade e o desejo de aprender são os principais pontos para levar o desafio adiante e conseguir aperfeiçoar e criar desenhos anatômicos cada vez mais bonitos e realistas.

É como afirma Caio Majado, professor de anatomia da Faber-Castell, "Desenhar qualquer forma de anatomia sempre será um desafio, saber qual o caminho a percorrer, de uma maneira assertiva e prazerosa, ter foco e força de vontade para treinar sempre não só o tornará um excelente profissional mas um exímio desenhista."

Que tal se desafiar e iniciar os primeiros rascunhos?

 

Comentários

Visitante
Domingo, 17 Janeiro 2021