Giz de cera, canetinha ou lápis de cor: qual o ideal para o desenho infantil?

Desenho infantil

 O desenho infantil é uma atividade fundamental para o desenvolvimento das crianças. Afinal, os riscos e rabiscos ajudam na evolução cognitiva, motora, social, emocional e espacial.

Além disso, permitem que os pequenos desenvolvam a percepção das cores, bem como formas e texturas de cada coisa, ou seja, estimulam atividades essenciais para a alfabetização.

Também, é por meio dos desenhos que as crianças se expressam e criam um elo entre seu mundo imaginário e o real. No entanto, é preciso que a criança utilize os materiais adequados à sua idade e que os adultos saibam conduzir da maneira certa.

Para não ter erro, acompanhe este artigo e entenda qual é hora certa do giz, da canetinha e do lápis para o desenho infantil!

Entre 1 e 2 aninhos de idade

A partir dos 12 ou 13 meses, a maioria das crianças já consegue segurar um giz de cera na mão e rabiscar. Em geral, fazem círculos, assim como traços verticais e horizontais em movimentos de vai e vem. Para essa etapa, o bebê deve usar giz de cera mais grosso e macio, pois facilita que a criança segure com maior firmeza.

Dos 2 aos 3 aninhos

Com essa idade, a criança já tenta imitar outros desenhos. Assim, tenta controlar o tamanho e a forma dos riscos e já passa a escolher as cores intencionalmente. O pequeno já consegue segurar o giz com os dedos e direciona a ponta para o papel. Nessa fase, ainda devem utilizar gizes e canetinhas mais grossos, que ajudam nos traços.

Entre 3 e 4 aninhos

Já a partir dos 3 anos, a criança descreve o que desenha. Além disso, distribui melhor os traços pelo papel e posiciona direitinho o giz ou canetinha na mão.

Nessa fase, ainda não conseguem pintar respeitando os limites do desenho, mas já utilizam os 3 dedos em 3 pontos de apoio, ou seja, o giz é agarrado pelo polegar e pelo indicador, enquanto descansa sobre o dedo médio. Por isso, é interessante buscar por gizes ou canetinhas em formato triangular.

Dos 4 aos 5 aninhos

Durante essa etapa, a criança já passa a utilizar o pulso para mover a mãozinha, diminuindo os movimentos dos ombros e cotovelos. Nessa idade, já consegue segurar os lápis e respeita os limites ao pintar desenhos.

É a partir dos 4 anos que começa a descoberta da relação entre o desenho, a imaginação e a realidade. Ao desenhar uma figura humana, os traços evoluem lentamente e já aparecem os braços, mãos, pernas e pés.

Também é nessa idade que a criança passa a escolher as cores conforme as emoções.

A partir dos 5 anos

Aos 5 aninhos, a criança já acrescenta mais detalhes em seus desenhos e utiliza as cores da forma correta. Aliás, esse é o momento ideal para que os pequenos usem canetinhas com cores vivas e variadas, e também que permitam que explorem as diversas cores de pele.

Conforme a criança cresce, já é possível que usem canetinhas e lápis mais finos. Até mesmo porque seus traços ficam mais precisos e têm mais segurança para manusear esses materiais.

O desenho infantil é essencial para o desenvolvimento dos pequenos. Mas para isso, é importante que o adulto estimule e participe dessa atividade. A propósito, temos muito o que aprender com eles!

Então, não os repreenda. Respeite os limites da idade e estimule a melhora. Elogie, ensine com paciência e permita que escolham as cores que quiserem. Afinal, isso estimula ainda mais a criatividade nas crianças.

Quer saber mais sobre o tema? Aproveite a visita no blog e entenda como adultos e crianças devem aprender sem medo de errar. Boa leitura!

 

Comentários

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 18 Janeiro 2022